Em Brasília, prefeito e vice protocolam pedido para abertura de unidade avançada do Incra em Nova Ubiratã

Objetivando dar celeridade aos processos de desembargos ambientais e por consequência da regularização de assentamentos rurais, o prefeito e a vice-prefeita, respectivamente, Valdenir José dos Santos e Eliani de Freitas Roman Ross, protocolaram documento solicitando a abertura de uma unidade avançada do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Nova Ubiratã.

A assinatura do documento aconteceu, nesta quarta-feira (10), em Brasília, durante encontro entre os gestores e o Secretário Especial de Assuntos Fundiários, entidade ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Nabhan Garcia.

Na avaliação de Valdenir, a parceria proposta pela Administração Municipal com Governo Federal é fundamental para o desenvolvimento do município e da região Norte de Mato Grosso.

“Muito se falou em reforma agrária, mas na verdade quase nada foi feito pelos governos anteriores. O Incra colocou as pessoas em um pedaço de terra e mandou elas produzirem, anos depois vai o Ibama e sem medir as consequências sai embargando todo mundo (sic)”, relembrou o prefeito.

“Lá em Nova Ubiratã nós temos propriedades com grande potencial agrícola, mas que devido ao embargo estão em desuso, causando prejuízo aos produtores e freando o desenvolvimento da nossa região”, frisou.

Por sua vez, a vice-prefeita também defendeu a desburocratização para que o setor produtivo seja fortalecido.

“É impossível manter uma lavoura sem acesso a uma linha de crédito nas instituições financeiras. Foi nessa situação que os embargos ambientais colocaram os produtores rurais de Nova Ubiratã. Estamos confiantes de que esse problema será reduzido, ou melhor ainda, eliminado com a desburocratização das questões ambientais e a abertura dessa unidade avançada do Incra em Nova Ubiratã”, assinala Eliani.

Acompanhados pelo Assessor Especial da Presidência da República, Victório Galli, e pela secretária de Assistência Social de Nova Ubiratã, Sileuza Dias Santos, Valdenir e Eliani também se reuniram com o senador Wellington Fagundes e com os deputados federais Juarez Costa e Neri Gueller.

As reuniões ocorreram durante os intervalos da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios.

Realizado entre os dias 08 e 11 de abril, pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), o evento reuniu milhares de prefeitos e vereadores que discutiram, entre outros assuntos, a possibilidade de uma eleição unificada já para o ano de 2022.

Pela proposta, os atuais prefeitos e vereadores permanecem no cargo até as eleições unificadas previstas para outubro de 2022.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Michel Ferreira

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?