Mendes: “Não dá para viver num clima de conflito entre Poderes”

Ex-prefeito diz que eleitorado deve escolher candidato que busque pacificar relações com diálogo

O candidato ao Governo do Estado Mauro Mendes (DEM) afirmou que, na gestão do governador Pedro Taques (PSDB), houve um acirramento na relação entre os Poderes. Segundo ele, atualmente há um “conflito velado” e um “clima hostil” entre as instituições.

Em conversa com membros da Associação Mato-grossense de Magistrados (Amam), o candidato disse que, caso eleito, buscará pacificar as relações entre os Poderes do Estado.

“O primeiro passo que precisamos tomar em Mato Grosso é pacificar as relações das nossas instituições. Não dá para viver em um Estado, como vivemos nos últimos anos, com claro ou velado conflito entre os Poderes. Porque houve isso durante muito tempo aqui no Estado: um conflito velado entre os Poderes”, disse.

“Com o Tribunal de Contas meio de bico com a Assembleia; a Assembleia de bico com o Ministério Público; o Ministério Público brigando com o Judiciário; o Judiciário brigando com o Executivo. Não sei quem brigando com mais não sei quem, um ameaçando o outro. Um clima muito hostil de relacionamento”, afirmou.

Para Mendes, a relação na atual gestão gerou perda de energia e falta de foco para resolução dos problemas do Estado.

O candidato defendeu que o eleitorado escolha um candidato com credibilidade e aceitabilidade para conduzir o diálogo.

“Se não formos capazes de escolhermos um governador que consiga dialogar, que tenha credibilidade, que tenha aceitabilidade para fazer esse diálogo, é um passo muito ruim para que as coisas continuem”, disse.

“Porque sem um bom diálogo, sem um diálogo franco, verdadeiro, honesto, sem a boa vontade de todo mundo, nós não sairemos desse buraco. Porque, para sair dessa confusão, vai depender muito do Executivo, mas vai depender do Judiciário, da Assembleia, de todos. Vamos ter que nos ajudar muito para fazer Mato Grosso sair dessa situação. Antes que [a situação] piore tanto que fique muito mais difícil sair”, completou.

Fonte: Midia News

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?