ÓRGÃO TÉCNICO: “TCE não terá viés político”, diz vice

Causou calafrios e até reação de espanto entre os prefeitos que participavam da Marcha organizada pela AMM na quarta-feira, a afirmação do atual vice-presidente do TCE, conselheiro substituto Luiz Henrique Lima, sobre a mudança processada no TCE com o afastamento pelo STF de cinco titulares.

“O Tribunal de Contas de março de 2018 não é e não será nunca mais aquele que existia em março de 2017. Está totalmente focado na sua atividade de fiscalização. Não é governista, nem oposicionista. Não está interessado em nenhuma candidatura e não se envolve com política partidária. Está essencialmente mais técnico. Nem por isso, mais ou menos rigoroso. Nem por isso, mais fechado. Pelo contrário, aberto a receber os gestores. Mas, esperem do TCE um olhar estritamente técnico”, disse

O conselheiro citou o filósofo Heráclito de Éfeso (um homem não se banha duas vezes na mesma água de um rio) para registrar e ilustrar o fluxo inevitável processado com a mudança do colegiado no TCE. “Aquele vies mais político não existirá nem mesmo com o retorno dos afastados. O TCE nunca mais será o mesmo”.

Depois do discurso forte e do silêncio sepulcral, um prefeito pediu a palavra e confessou o susto. Mas no final, Lima foi aplaudido.

Fonte: Foha Max

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?