Piloto declarou emergência em avião que decolou do Nortão e caiu no Pará; 2 morreram

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) apontou, em seu reporte inicial de ocorrência, que “foi declarada emergência e efetuado o pouso forçado em área de mata” pelo piloto Ernesto Niklaus Moeri, de 71 anos, do avião Cessna Aircraft, modelo T182T, que decolou do aeroporto Osvaldo Marques Dias, em Alta Floresta, no sábado, e caiu em uma mata a cerca de 120 quilômetros de Jacareacanga, próximo ao garimpo de Nova Esperança, no Pará. Além dele, morreu no acidente a esposa dele, Maria Cristina, de 51 anos.

Os trabalhos relativos a ocorrência ainda estão em andamento mas é investigada a possibilidade de falha ou mau funcionamento do motor da aeronave. Consta no histórico oficial que, durante o voo, foi declarada emergência e efetuado o pouso forçado em área de mata, na radial 167 a 60 nm de sbek. A aeronave teve danos substanciais” e ficou com trem de pouso para o alto.

A FAB informou que “a investigação realizada pelo Cenipa tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram. A conclusão de qualquer investigação conduzida pelo Cenipa terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do acidente”.

Não foi informado qual seria o destino onde o Cessna pousaria. A aeronave estava com documentação em dia na Aeronáutica.

Conforme Só Notícias já informou, os corpos foram trasladados de avião, de Itaituba, no Pará, para São Paulo, capital.

Fonte: Só Noticias

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?