Prefeitura e governo estadual avaliam implantação de unidade da Defesa Civil em Nova Ubiratã

A implantação de uma coordenadoria da Defesa Civil no município de Nova Ubiratã, foi pauta de reunião entre representantes de entidades de classes, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e dos governos municipal e estadual.

Na avaliação do secretário municipal de Meio Ambiente, Arnon Soares Vandes, a medida tem por objetivo minimizar os riscos e danos causados em eventuais desastres naturais no município e também em cidades vizinhas.

“A Defesa Civil tem um vasto campo de atuação em situações de emergências [preventivas, de socorro, assistenciais e reconstrutivas]. Sejam elas ocasionadas pela ação da natureza, como as tempestades, enchentes e secas, ou do homem, a exemplo dos incêndios criminosos”, observa o gestor.

“Hoje esse serviço é desenvolvido, precariamente, pela secretaria de Meio Ambiente. Apesar de termos boa vontade, nós não temos o principal que é o treinamento e os equipamentos adequados. Vou citar como exemplo um fato que aconteceu recentemente quando uma serraria foi atingida por um incêndio criminoso. Graças a nossa intervenção as casas do local não foram danificadas, no entanto parte da vegetação do entorno foi destruída. Um prejuízo incalculável ao meio ambiente”, relembra Arnon Soares.

Sob responsabilidade do governo do Estado, a Defesa Civil conta com recursos próprios o que garante a autonomia do órgão.

“Nosso intuito é proporcionar que esses recursos sejam destinados para Nova Ubiratã e dessa forma beneficiem as pessoas que aqui residem”, complementa Vandes.

O tenente do Corpo de Bombeiros, Arilson Soares, reforçou a importância do órgão no município que atualmente lidera o ranking de queimadas no Estado.

“A Defesa Civil é composta por profisisonais preparados para agir em situações extremas e adversas. Independente de qual seja o problema e/ou grau de periculosidade, nós estamos sempre de prontidão”, assinala o oficial.

“Nesta oportunidade, foi apresentado os termos de parceria firmado entre a prefeitura e o governo do Estado. Agora vamos aguardar o posicionamento do município”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?