Safra de grãos impulsiona economia e gera oportunidade para pequenas empresas de Nova Ubiratã

Ocupando o posto de 3º maior produtor de grãos do Estado, Nova Ubiratã (a 478km de Cuiabá) é um dos municípios que poderá se beneficiar com a supersafra e a injeção de renda do agronegócio nas economias locais. O relatório nacional “Negócios Promissores em 2019”, elaborado pelo Sebrae, revela que o crescimento da economia, empurrado pela projeção de uma safra agrícola próxima ao recorde histórico no país, de 238 milhões de toneladas de grãos (alcançado na safra 2016/2017), tende a beneficiar as micro e pequenas empresas (MPE) que ofertam serviços voltados para o setor agropecuário e as fornecedoras de insumos e implementos agrícolas, assim como o pequeno comércio varejista próximo aos principais polos de produção agrícola do país.

Outra aposta, segundo o relatório, para quem planeja investir no próprio negócio neste ano é o setor de serviços pessoais, como cuidador de idosos, instalação e manutenção elétrica, transporte de passageiro, produção de conteúdo para internet, além dos negócios que atendem as necessidades básicas da população (alimentação, vestuário, calçados e construção).

Nova Ubiratã é um dos oito municípios de Mato Grosso atendidos pelo Programa Cidade Empreendedora, desenvolvido pelo Sebrae em Mato Grosso, com soluções para a gestão municipal. E, de acordo com a secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Cultura do município, a localidade possui 373 empresas cadastradas no Simples Nacional.

“Estamos aperfeiçoando o atendimento aos empresários do município e reestruturando o Centro de Atendimento ao Empreendedor (CAE) com equipe e mais computadores para impulsionar o empreendedorismo e fomentar o ambiente de negócios no município, além de agilizar serviços como a emissão de guias de pagamento, esclarecer dúvidas e realizar cursos EAD”, detalha o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Wellyngton Tavares.

Outra iniciativa prevista para beneficiar os pequenos negócios de Nova Ubiratã será a implantação, com o apoio do Sebrae/MT, da Redesimples (Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios), que deverá agilizar o processo de abertura, alteração ou encerramento de empresas, reduzindo o prazo de legalização de até 120 dias para 48h.

CAE – O Centro de Atendimento ao Empreendedor (CAE) realiza orientações estratégicas e, somente em 2018, registrou cerca de 600 atendimentos presenciais. O CAE funciona das 7h30 às 13h, anexo ao Poupa Tempo, localizado na Av. Tancredo Neves, no Centro.

Signatário do Pacto Global da ONU, o Sebrae atua comprometido com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, em busca de transformações no campo da gestão pública, promovendo o empreendedorismo, a competitividade e a sustentabilidade dos pequenos negócios em Mato Grosso.

Fonte: Assessoria Sebrae

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?